• Comunicação Glaycon Franco

Lafaiete inaugura Centro de Referência da Mulher



Glaycon Franco enviou recursos de R$200 mil em emendas parlamentares

No último dia 8 de março foi inaugurado em Conselheiro Lafaiete o Centro de Referência da Mulher “Matilde da Silva Cruz”. O Centro de referência foi construído por meio de participação de recursos de emendas parlamentares do deputado Glaycon Franco (PV) e recursos da prefeitura municipal de Conselheiro Lafaiete, cujo prefeito Mario Marcus não mediu esforços para a concretização dessa necessidade do município.

A ideia do centro surgiu por iniciativa da vereadora Damires Rinarlly (PV), que procurou o deputado solicitando apoio para o desenvolvimento de políticas para proteção das mulheres no município. Glaycon determinou o envio do recurso e ajustou com o prefeito municipal a construção do centro.

O centro terá políticas para mulheres ameaçadas, já com direitos violados e, também, trabalhará com a prevenção para evitar a violência contra as mulheres. Em suas falas, tanto o deputado quanto o prefeito e a vereadora ressaltaram a importância do centro e a sua importância para a população.

O Centro foi inaugurado nas proximidades da Delegacia da Mulher da Polícia Civil de Minas Gerais, para facilitar a logística. A iniciativa faz parte de uma série de ações do deputado Glaycon Franco em defesa da mulher, que inclui, também, a transferência da Delegacia da Mulher da Polícia Civil para o local em que se encontra.

Participaram da solenidade diversas autoridades locais.

Homenagem

O nome do centro é “Matilde da Silva Cruz”, que residia em São Vicente em Conselheiro Lafaiete sendo vítima de violência com seu assassinato em 2016. Foi cidadã prestante e desenvolveu um bom trabalho em favor das pessoas menos favorecidas.

Familiares de Matilde, que era mais conhecida como “Tidinha”, estiveram presentes e se manifestaram agradecendo a homenagem, por meio da fala emocionada de seu filho, Fábio Júnior da Cruz.

Projeto aprovado na CCJ

Na mesma data, o deputado Glaycon Franco conseguiu aprovar, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia de Minas o PL 3.201/2021, de sua autoria, que dispões sobre o acesso prioritário das mulheres vítimas de violência doméstica em programas de qualificação profissional e emprego, geridos e/ou financiados pelo Poder Executivo de Minas Gerais. O parlamentar lembrou ainda que, muitas vezes, a dependência financeira à qual as mulheres são submetidas em suas vidas é uma das causas da violência. “As mulheres têm o direito à sua autonomia, independência, seja pessoal seja profissional, igualdade, dignidade, cidadania e respeito. É preciso quebrar esse tabu ainda imposto em nossa sociedade de que as mulheres são seres inferiores. Pelo contrário, são tão capazes quanto ou até melhores, principalmente em relação àqueles que as atacam”, finalizou.

1 visualização0 comentário