• Comunicação Glaycon Franco

Deputado Glaycon movimenta Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia de Minas visando reto

Segundo o parlamentar, exportações para a China merecem atenção especial

Uma das preocupações do deputado estadual Glaycon Franco, considerando os impactos econômicos causados pelo novo Coronavírus, são as providências que devem ser tomadas, previamente, visando a retomada da economia depois da pandemia.

Como vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, foi lançada, sob a presidência de Glaycon, a Frente Parlamentar Minas-China, com foco nas relações econômicas entre o estado de Minas Gerais e o país asiático, maior parceiro econômico estrangeiro do estado.

A China, hoje, responde por 27,1% das exportações mineiras, e há um grande potencial de crescimento destas relações empresariais. O segundo parceiro comercial internacional de Minas Gerais são os Estados Unidos, com 9,1%.

Evento de Lançamento

O Lançamento da frente, criada pelo deputado Glaycon Franco, foi realizado “on-line”, no último dia 18/08 e reuniu empresários mineiros e chineses, além de diversas lideranças políticas.

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus Filho, por meio de vídeo, enfatizou a relevância da iniciativa de Glaycon: “São 47 parlamentares desta Casa, com 17 partidos representados, o que mostra a capilaridade e a força deste trabalho junto à ALMG”.

Participou, também, do lançamento, o cônsul da China no Rio de Janeiro, que tem jurisdição diplomática sobre o estado de Minas Gerais, Li Yang, que reconheceu a importância das relações entre o estado e seu país de origem.

Os principais focos de atuação da frente serão o incremento das relações comerciais, transferência de tecnologia e, principalmente, a geração de emprego e renda, com a divulgação dos produtos mineiros no país estrangeiro. A ideia é instalar um escritório comercial de Minas Gerais na província chinesa de Jiangsu, onde estão concentrados importantes conglomerados industriais que mantêm negócios com o estado.

A iniciativa é uma preparação para a criação de um ambiente de negócios propício à retomada da economia do estado de Minas Gerais, pós-pandemia, complementar a outras iniciativas que caminham paralelamente.

“Não podemos ficar parados. Todas as atenções devem levar em consideração a retomada da economia. Em primeiro lugar, a vida e a saúde de nossa gente. Porém, é nossa responsabilidade não perder de vista nenhuma oportunidade para combater o desemprego e fortalecer o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de Minas”, afirmou o deputado Glaycon Franco.

#China

0 visualização0 comentário