• Comunicação Glaycon Franco

Deputado Glaycon Franco prestigia inauguração nas APAC’s em Lafaiete

Cidade polo da microrregião do Alto Paraopeba, Conselheiro Lafaiete, mais uma vez, se coloca na vanguarda dos municípios mineiros ao apostar na ressocialização de detentos por meio do tratamento justo e humanizado. Nesta sexta-feira, 24 de maio, foi inaugurada, oficialmente, a unidade masculina, que já se encontra em funcionamento desde 2011 e teve as instalações ampliadas, e a recém-construída unidade feminina da APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados).

Presente à solenidade como representante da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o deputado estadual Glaycon Franco (PV) felicitou a união de forças que proporcionou aos detentos de bom comportamento a chance de se reciclar, por meio da educação e do trabalho, para retomar dignamente a vida em sociedade após o cumprimento de suas penas: “Sentimos uma alegria enorme neste momento, pois sabemos a importância do sistema apaqueano para Minas Gerais e o Brasil. Existem mais de 50 APAC’s em funcionamento no Brasil, embora ainda poucas destinadas ao público feminino, o que reforça o pioneirismo de Lafaiete. A unidade inaugurada no município é a oitava do Brasil. A recuperação dos apenados atendidos pelo sistema APAC gira em torno de 80 a 85% e só de 15 a 20% voltam a delinquir, ao passo que a média das pessoas que cumprem pena no sistema convencional e voltam ao crime está em torno de 80%. Os números falam por si.

“O sistema APAC é vitorioso e, na visão humanista que tenho, é um bom modelo, capaz de devolver a dignidade aos recuperandos, já que aqui eles trabalham, estudam e têm liberdade para professar a sua fé. Desta forma, podem desfrutar de uma realidade muito próxima à da sociedade na qual serão reinseridos após o cumprimento das sentenças”, afirmou o deputado.

Glaycon Franco comentou a coincidência de a ampliação da APAC masculina e inauguração da nova ala feminina ocorrerem na mesma semana em que veio a público a tensão vivida no presídio municipal de Lafaiete. Recentemente, o deputado aprovou, na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, requerimento que pede a realização de audiência pública para discutir a grave situação do sistema carcerário estadual: “Lafaiete, minha cidade natal, passa por esta situação que, infelizmente, reproduz o que ocorre em todo o estado e no Brasil: o drama da superlotação carcerária. É preciso buscar alternativas e, na minha opinião, um dos caminhos é ampliar o sistema das APAC’s. Também acredito que o monitoramento com tornozeleiras eletrônicas poderia gerar menos custo para o estado. O que não pode é deixar a situação como está. Com base nisso, a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia aprovou minha sugestão de audiência pública. Convido a todos da nossa região a participar desta discussão, que se dará em âmbito estadual. A comissão confirmou que, tão logo haja data disponível, agendará este importante debate público”, afirmou o deputado.

A solenidade de inauguração contou com a participação de diversas autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, incluindo as Polícias Civil e Militar e Ministério Público, além de diversas outras instituições públicas e privadas, tendo sido prestigiada pela presença do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Desembargador Nelson Missias. Os presentes saudaram, com calorosa salva de palmas, o presidente da APAC masculina, major Marco Antônio da Silva e o presidente da APAC Feminina, João Vitor Vieira Pinto e Silva, pelo excelente trabalho desempenhado.

#APAC #ConselheiroLafaiete

0 visualização0 comentário