• Comunicação Glaycon Franco

Deputado defende pacientes que dependem de tratamento médico em Belo Horizonte

Na quarta-feira (21/10), o deputado Glaycon Franco presidiu a reunião da Comissão de Saúde da Assembleia de Minas Gerais, na qual foram discutidas as dificuldades de pacientes do interior que fazem tratamento médico em Belo Horizonte.

Atualmente, muitos pacientes enfrentam horas de viagem para receberem tratamento de alta complexidade e, ainda sofrem, muitas vezes, com a falta de humanização nos atendimentos, além de dificuldades para a realização dos exames e outros procedimentos.

O deputado Glaycon Franco concordou que não há como eliminar os problemas decorrentes da centralização dos serviços de saúde na Capital, sem trilhar o caminho da regionalização. Glaycon ainda destacou que, em sua região de atuação, há muita necessidade de ampliação dos serviços de alta complexidade, o que conduz, inevitavelmente, os pacientes para Belo Horizonte.

Precisamos ter uma maior flexibilidade, já que muitos exames são marcados 5 ou 6 horas da manhã e muitos pacientes viajam horas para poderem fazer as suas consultas. É uma questão de gerência e governança”, declarou Glaycon.

Durante a reunião, o deputado Glaycon lembrou que, neste mês, visitou o grupo “Santa Casa” em Belo Horizonte, onde fui recebido pelo provedor Saulo Coelho e outros membros da diretoria. Também que visitou o Instituto Mário Penna, onde fez ajustes com o presidente, Dr. Paulo José de Araújo.

Nos dois encontros, o deputado mostrou-se interessados em estabelecer canais de atendimento de pacientes que vivem no interior mas buscam atendimentos na capital. Trata-se de uma alternativa aos atendimentos suspensos pelo município de Belo Horizonte, em razão dos cortes de repasses de recursos do governo federal que, recentemente, passaram a ocasionar graves dificuldades para os pacientes do interior.

0 visualização0 comentário