• Comunicação Glaycon Franco

Castra móvel do CODAP, conquistado com recursos do deputado Glaycon Franco, percorre municípios



A saúde e o bem-estar animal continuam em voga na região. A equipe do castra móvel do Consórcio Público Para Desenvolvimento do Alto Paraopeba está percorrendo as cidades que o compõem, realizando castrações gratuitas nos animais em situação de rua e aqueles que vivem em zonas rurais. Tal iniciativa é possível a partir de uma van totalmente adaptada que foi adquirida a partir de emenda parlamentar, no valor de R$ 160 mil, do deputado Glaycon Franco para a entidade.


De acordo com a coordenadora do projeto Kênia Christinelli, são realizadas, por dia, uma média de 50 castrações. A ação é possível graças à parceria entre o CODAP e as prefeituras municipais, que fazem a solicitação para que os trâmites burocráticos sejam executados. “É uma ação conjunta e muito importante, porque levamos nossa van com equipe altamente especializada para oferecer esse benefício aos proprietários dos animais”, explica a coordenadora. Em 2021 foram realizados 946 castrações. “Começamos no segundo semestre. Nosso mutirão geralmente envolve a prestação do serviço entre dois e três dias em cada cidade. Então, estamos falando de uma média de 150 castrações por município visitado”, esclarece.


Além dos médicos veterinários e auxiliares, há uma equipe de suporte para atendimento e assessoria, fruto da união de esforços entre o CODAP e as cidades solicitantes. “A mobilização, a divulgação, a recepção de cada cidadão é importante para que o projeto seja exitoso. Então temos um grupo coeso, mas muito competente no que se propôs a fazer”, disse.


Equipe técnica

Quem está à frente da equipe técnica é a médica veterinária Daniela Cardozo, do CODAP. Mas não pense que ela realiza o trabalho sozinha. Existem outros três profissionais e quatro alunos do curso de Medicina Veterinária para os procedimentos cirúrgicos. Conforme explica, o veículo é fundamental para a existência do projeto.


“Não tenho dúvidas que se não fosse a van, as castrações não seriam possíveis com essa grandeza e qualidade. Levamos para as cidades um verdadeiro centro cirúrgico que obedece a todas as normas exigidas pelos órgãos fiscalizadores”, salientou.

Estrutura

A van é toda adaptada, com mesa para a cirurgia, cilindros de oxigênio, kits médicos e instrumentos utilizados. “Temos também uma autoclave para esterilização dos instrumentos. Nas ações em que ficamos um período maior, levamos ela em um carro de suporte porque tem um tamanho inadequado para ficar dentro de um bloco cirúrgico”, explicou Daniela Cardozo.




Conscientização

Para a médica veterinária, a realidade muitas vezes encontrada nos municípios é de pouco esclarecimento quanto à importância da castração animal. “O que vejo quando chegamos é a necessidade de fortalecer o controle populacional desses animais, mas acima disso, oferece a eles qualidade de vida. Nas zonas rurais, a reprodução é ainda maior. E muitos animais podem acabar sendo abandonados, indo parar nas beiras de estradas, vivendo de forma inadequada e colocando em risco a própria saúde e a própria vida, bem como a das pessoas”.


Daniela Cardozo cita, por exemplo, doenças como a raiva – que é transmitida aos seres humanos pelos animais. “Temos observado novos casos da raiva em Minas Gerais, depois de muitos anos sem esse tipo de registro. Então, temos de continuar nossos esforços pensando no controle populacional dos animais pela questão mais ampla de saúde pública”, afirmou.

Para Glaycon Franco, que destinou os recursos e viabilizou a existência do projeto, é de grande satisfação saber que o CODAP está levando aos cidadãos esse serviço. “Parabenizo a equipe pela seriedade e pelo compromisso que tem para com o projeto de castração. Um trabalho que demanda profissionais capacitados e responsáveis com a causa animal. Participar desta ação, com minha contribuição por meio do mandato parlamentar é uma alegria, porque quem está se beneficiando são os mineiros e mineiras de nossa região”, finalizou.

3 visualizações0 comentário