• Comunicação Glaycon Franco

Aprovado na CCJ: projeto de Glaycon valoriza o método de fabricação de cachaças do Vale do Piranga




Minas Gerais é conhecido por ser o maior produtor de cachaça em alambique do Brasil. De acordo com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas (Seapa), são 200 milhões de litros por ano, o que representa 50% da produção nacional. Para fazer uma boa cachaça, contudo, é preciso conhecer as técnicas, respeitar o meio ambiente. Uma boa cachaça não surge apenas em fórmulas matemáticas e químicas.

Em 2021, o deputado Glaycon Franco apresentou o Projeto de Lei 3321 – que reconhece como de relevante interesse cultural de Minas Gerais, o método de fabricação da cachaça do Vale do Piranga. Nesta terça-feira, 29, o projeto foi avaliado e aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Em breve, será analisado pelos parlamentares da Comissão de Cultura da Casa.

Além de Piranga, vários municípios na região estão envolvidos neste projeto de lei, tais como Rio Espera, Alto Rio Doce, Presidente Bernardes, Guaraciaba, Itaverava (que sedia a maior fábrica de alambiques da América Latina - Alambiques Santa Efigênia). Além de tradição e cultura, a produção de cachaça em Minas também representa o ganha pão de muita gente. A atividade no estado gera mais de 100 mil empregos diretos e cerca de 300 mil indiretos.

4 visualizações0 comentário